fbpx
 

7 dicas simples para verificar links suspeitos

7 dicas simples para verificar links suspeitos

Quando navega em sites pouco conhecidos, basta um deslize para que o seu computador seja contaminado por programas maliciosos. Por isso, é essencial verificar links suspeitos para escapar destas situações que podem trazer-lhe imensos prejuízos.

Mas como se certificar de que um link aparentemente inofensivo não é uma armadilha? Para descobrir essa resposta, continue a ler este artigo. Deixamos-lhe 7 dicas simples para verificar e se proteger de links potencialmente maliciosos.

Links suspeitos: 7 dicas para evitar problemas

É importante atestar a veracidade de um site quando pretende comprar um produto, realizar transações financeiras ou fornecer dados pessoais.

Sites falsos são usados, geralmente, para crimes cibernéticos. Ou seja, roubar dados bancários, senhas ou facilitar a invasão do computador para ataques posteriores.

Dessa forma, todo cuidado é pouco para se proteger dessas armadilhas. Conheça estas 7 dicas para verificar links suspeitos, e passe a navegar de maneira mais segura.

1 – Tenha um bom antivírus no seu equipamento

A primeira regra é contar com um bom antivírus instalado na sua máquina.

Softwares que oferecem proteção à navegação, evitam que entre em sites perigosos. Ao clicar no link, um alerta será disparado imediatamente. Assim, terá tempo para bloquear a ameaça antes que seja tarde demais.

2 – Analise o link e o domínio

Se recebeu um link por mensagem e tem dúvidas sobre da identidade do site, esteja atento ao domínio.

O domínio é a parte central do endereço, de onde derivam todos os outros do mesmo site.

Neste exemplo de endereço domínioseguro.com, se esse domínio (domínioseguro) estiver no início do link, por maior que seja, é provável que a URL seja autêntica.

Leia com cuidado o link e desconfie de caracteres estranhos, como o número “1” no lugar da letra “l”, por exemplo.

3 – Verifique se a conexão é segura

Se estiver a navegar numa loja virtual, veja se ao lado do endereço, na barra do browser, aparece um cadeado.

Essa figura indica que a página é certificada (tem certificado SSL) e que os dados são criptografados. Atualmente, todas as lojas virtuais adotam este tipo de medida de segurança.

Se a figura não estiver presente, o site pode ser falso. Antes do endereço, deve também aparecer “https://”, em vez de http://, este é outro indicador de que a loja é segura.

4 – Procure selos de segurança

Além do selo de HTTPS, sites que lidam com informações bancárias costumam ter certificados de criptografia.

McAfee, Google Trusted Store, PayPal, são alguns dos certificados conhecidos que podem surgir.

Para se certificar de que são verdadeiros, clique sobre as imagens e veja se o site mostra em detalhe o serviço de segurança oferecido pela entidade. Em páginas falsas, esses selos não são clicáveis.

5 – Passe o rato sobre o link

Uma das artimanhas adotadas por criminosos virtuais é dizer que determinado link vai para um lugar, mas na realidade vai para outro.

Leia o texto que aponta para o site e passe o rato sobre ele, sem clicar, na parte inferior do navegador. Assim, verá se a página para onde será direcionado é a que está descrita. Se tiver alguma dúvida, não clique.

6 – Fuja de anúncios invasivos

Mesmo que o site seja seguro, é importante prestar atenção ao comportamento das páginas.

Se a sua conexão estiver comprometida, o que pode acontecer ao usar um Wi-Fi público, sites idôneos podem mostrar conteúdo injetado por hackers para tentar enganar vítimas.

Nesses casos, não vê as páginas reais, e sim versões modificadas por criminosos.

7 – Faça uma pesquisa no Google

Caso a dúvida persista, outra dica simples é fazer uma pesquisa no Google. Assim, identifica o nome da loja ou instituição que deseja encontrar e obtém o link correto logo nos primeiros resultados.

Como o Google alimenta o ranking com variáveis de reputação, sites falsos dificilmente aparecem no topo das pesquisa.

Em caso de lojas e outros estabelecimentos comerciais, o Google costuma exibir os dados principais num cartão informativo com botões para telefone, morada e site. Utilize essa fonte para garantir que está a navegar numa página real.

Agora que já sabe como verificar links suspeitos, não deixe de aplicar estas dicas no seu dia a dia, e navegue de forma mais segura.

Etiquetas:, , , , , , , ,

Leave a Reply

Your email address will not be published.