Porque é cada vez mais importante a segurança da informação

A segurança da informação pode ser definida como um conjunto de práticas, cujo objetivo é garantir a integridade, disponibilidade e confidencialidade das informações. Este conceito é fundamental para particulares e empresas.

As práticas que envolvem esta segurança são especialmente importantes no ambiente corporativo. Isto porque devem preservar dados obtidos, sob uma política de proteção e gestão de riscos.

Como este tema é cada vez mais relevante reunimos todas as informações que precisa saber para garantir a segurança da sua empresa.

Segurança da informação: O que é e como pode garantir a proteção de uma empresa

Quando se trata do mundo corporativo, sabemos que para começar um negócio é preciso muito planeamento.

A partir de um projeto, desenvolvem-se sistemas, produtos, formas de atendimento e tudo o que for preciso para destacar-se no mercado. Mas existe algo que todos estes elementos têm em comum: informações.

Desde o fornecedor que vende um material específico até aos dados financeiros de gestão da empresa. Agora, imagine se tais informações forem vazadas?

Certamente, isso vai afetar negativamente a empresa, que pode perder o diferencial competitivo. Nos piores casos pode até ser impedida de desempenhar as atividades, a depender do prejuízo causado por uma invasão deste tipo.

E é aí que a segurança da informação fará toda a diferença, independentemente do porte da empresa. Para entender melhor, veja a definição dos pilares desta segurança:

  • Confidencialidade: Visa garantir que informações sigilosas somente podem ser consultadas por pessoas expressamente autorizadas dentro de uma empresa
  • Integridade: Está relacionada com a manutenção das informações nos formatos originais. Ou seja, impede a manipulação dos dados
  • Disponibilidade: Deve permitir que a informação está sempre disponível para acesso legítimo. Ou seja, pelos proprietários da informação ou pessoas autorizadas por eles

Causas das ameaças à segurança da informação

Se a proteção das informações é algo primordial, então deve haver ameaças reais que exigem este tipo de proteção específica. De facto, essas ameaças existem e nem sempre consistem em pessoas mal-intencionadas.

Como veremos a seguir, existem outros fatores que pedem o acesso aos dados, ou até mesmo extraviar informações importantes e estratégicas de uma empresa.

1 – Desastres naturais

Os desastres naturais podem comprometer os dados e informações de uma empresa, sendo enchentes e incêndios alguns exemplos deste tipo de ameaça. Neste caso, os arquivos e informações são perdidas devido a uma catástrofe.

2 – Erros de hardwares e softwares

Erros em equipamentos ou sistemas utilizados pela empresa também são um problema bastante comum. Geralmente acontece por falta de manutenção ou quando é feita de forma inadequada.

Por isso, a manutenção de equipamentos e atualizações de sistemas são um dos princípios da segurança da informação. Nunca utilize programas falsificados e tenha muito cuidado com tudo o que instala no dispostivo.

3 – Erros humanos

Quando falamos em erros humanos, eles podem ou não ser intencionais. Por exemplo, algum colaborador pode instalar um programa de forma equivocada, importar dados errados, aceitar um e-mail com vírus…

Também há a possibilidade de uma invasão intencional, com o propósito de prejudicar a empresa ou obter uma vantagem.

Por tudo isto, é muito importante seguir uma rígida política de proteção de dados e manutenção da segurança de informações. A adoção de práticas de segurança virtual já conhecidas, como utilizar antivírus, é fundamental neste sentido.

Além disso, existem outros meios que garantem a proteção de dados, como por exemplo:

  • Criptografia
  • Assinatura digital
  • Controlo do acesso através de senhas
  • Protocolos de segurança

Não espere que aconteça o pior, invista em mecanismos de segurança da informação e mantenha a sua empresa sempre protegida.

WebSite com CRM Gratuito!!

Solicite o seu contacto, sem compromisso.