Sabe porque a identidade visual é muito importante?

A identidade visual consiste num conjunto de elementos gráficos e visuais, cujo objetivo é caracterizar uma empresa.

Este conjunto de elementos personaliza uma determinada marca, diferenciando-a de outras no mercado.

Nesse sentido, é fundamental criar uma identidade que esteja alinhada com a proposta da sua empresa. É, igualmente, importante que seja capaz de gerar identificação com o público desejado.

No artigo de hoje explicamos mais detalhadamente qual é a importância desta identidade num negócio.

Como a identidade visual é capaz de diferenciar uma marca no mercado

Se eu lhe pedir para associar a palavra fast-food com as cores vermelho e amarelo, o que lhe vem à mente?

Com certeza a cadeia McDonald’s. Este é um exemplo claro do poder da identidade visual.

Mas, é importante esclarecer que este conceito não se resume apenas ao logotipo.

Conforme dito inicialmente, esta identidade é composta por um conjunto de elementos que caracteriza uma empresa.

Entre estes elementos estão o logo, cores, frases, slogans e tipografias, por exemplo.

Tudo isto tem o objetivo de identificar e individualizar a marca, tornando-a única e inconfundível no mercado.

Consequentemente, também ajuda a criar uma memória mais sólida da empresa na mente do consumidor.

A importância da identidade visual

Ter uma identidade visual marcante é uma estratégia fundamental para qualquer negócio.

Dito isto, um dos fatores mais importantes é que permite definir de forma visual, prática e “à primeira vista” quem é a empresa e o que representa.

Mesmo que uma marca comunique bem com o seu público, sem uma identidade visual definida, dificilmente será vista com credibilidade.

Ou seja, a identidade visual gera o sentimento de identificação, de pertença e confiança.

As grandes marcas do mercado são representadas por imagens e cores que despertam de imediato as nossas memórias. Como é o caso, por exemplo, do McDonald’s.

Assim, a identidade visual bem estruturada é capaz de, juntamente com outras estratégias, consolidar a posição de uma marca no mercado.

Como criar uma boa identidade visual?

Independentemente do tamanho ou segmento, todas as empresas devem-se preocupar com a sua imagem perante o público.

A referência visual que é agregada à marca deve englobar todos os elementos que transmitem como aquele negócio se posiciona no mercado.

Através deste conceito, a marca soma valor, personalidade e pode até atrair novos clientes.

Para criar uma identidade que cumpra o seu objetivo, é preciso considerar alguns pontos essenciais.

O processo de criação

A construção de identidade envolve muito trabalho e estudos acerca do nicho de mercado e particularidades da marca.

Este processo deve ser feito juntamente com o representante da empresa e o profissional responsável por criar o conceito visual.

Nenhum elemento é escolhido aleatoriamente. As cores, as tipografias e gráficos escolhidos são cuidadosamente combinados.

No final, a identidade será correspondente à assinatura do negócio, pelo que não pode ser feita de qualquer maneira!

Posicionamento da marca

A identidade visual mostra, claramente, com quem a empresa quer “conversar e criar uma relação de proximidade”.

Um negócio de um nicho mais assertivo, (como um escritório de advogados ou uma loja de produtos sofisticados, por exemplo), certamente não usará uma gama de cores quentes ou letras divertidas.

Nestes casos, o ideal é optar por estilos mais clássicos, assim como por uma linguagem mais formal.

Por outro lado, uma empresa que se enquadre no universo infantil pode apostar num logotipo divertido. Pode também, investir em cores vivas e em fontes mais chamativas.

A importância das cores

Sabia que as cores são capazes de provocar sentimentos e emoções?

Nesse sentido, têm um grande impacto na construção da identidade visual de um negócio.

A neurociência já estuda há algum tempo a chamada psicologia das cores.

Assim, esta escolha deve ser cuidadosamente feita. Ao mesmo tempo, deve ser estrategicamente combinada com a mensagem que a marca deseja transmitir.

Por fim, é importante ressaltar que a identidade visual não deve ser algo definitivo e que não evolui com o tempo.

À medida que as características do seu público e do mercado se transformam, a identidade visual também deve evoluir.

Com tudo isto em mente, já se perguntou se a identidade da sua empresa continua a refletir os seus valores?

WebSite com CRM Gratuito!!

Solicite o seu contacto, sem compromisso.