Como a criptografia de dados pode impactar a segurança?

A criptografia de dados é mais uma ferramenta tecnológica para a segurança e proteção da troca de informações online.

Com o aumento do número de crimes cibernéticos, esta é uma medida muito necessária, especialmente para empresas que trabalham com dados sigilosos.

Apesar de já ser aplicada em diversos meios, algumas pessoas não entendem como funciona ou qual é a sua importância.

Por isso, vamos explicar como esta solução assegura a proteção digital.

Criptografia: Como funciona e quais os benefícios para a segurança digital

Numa explicação mais simplificada, pode ser definida como um tipo de código que converte uma mensagem legível em algo ilegível.

Apesar de ser uma ferramenta de segurança das novas tecnologias, o princípio por trás do conceito já é bastante antigo e conhecido.

Em algumas táticas de guerra utilizaram a criptografia de mensagens para que inimigos não consigam decifrá-las.

Por exemplo, ao trocar todas as letras de uma frase por outras, não será possível perceber o conteúdo da mensagem. A não ser que conheça o padrão usado para “traduzir” a mensagem.

Na prática, podemos imaginar as mensagens enviadas através de uma aplicação, como o WhatsApp.

Ao enviar uma mensagem, antes de deixar o seu telemóvel, ela é criptografada através de uma chave, que altera o conteúdo seguindo um padrão.

Enquanto está em circulação, permanece criptografada, tornando-se ilegível para qualquer um que a intercete.

Quando a mensagem finalmente chega ao seu destinatário, ele terá a chave criptográfica correspondente, convertendo o texto de volta ao seu estado original.

Agora que já sabe como este sistema de segurança funciona, conheça a partir de agora os benefícios na proteção digital.

1 – Protege informações na nuvem

Já falamos sobre esta tecnologia relativamente recente que já se popularizou, a computação em nuvem.

Trata-se do armazenamento de dados num servidor independente, que permite o acesso remoto a partir de diferentes dispositivos, bastando a conexão à internet.

Naturalmente, esta novidade exige algumas transformações também em relação à segurança digital.

A criptografia pode ser a melhor solução para evitar que as informações partilhadas na nuvem sejam intercetadas.

2 – Assegura transações bancárias

Também já é amplamente utilizada nos sistemas de transação bancária online, garantindo a autenticidade das informações.

Os dados bancários são altamente sigilosos, pois qualquer senha divulgada pode ser usada para fazer transferências não autorizadas ou mesmo falsificar documentos.

Para assegurar a autenticidade destas informações, são usadas chaves de assinatura digital, as quais permitem verificar a real identidade da pessoa.

Assim, as transações bancárias tornam-se muito mais seguras, reduzindo os riscos de fraudes e crimes virtuais.

3 – Inibe a falsificação de documentos

Esta proteção também pode ser utilizada para ocultar documentos importantes.

Nestes casos, a chave criptográfica é utilizada para esconder não apenas um comando ou dado, mas todo o arquivo.

Assim, torna-se completamente ilegível, a menos que a chave criptográfica correspondente esteja na posse do destinatário.

Este é um método muito utilizado para minimizar os riscos de falsificação de documentos digitais.

Assim, tornam-se confiáveis o suficiente para terem validade legal, apesar dos possíveis cyber ataques aos quais esse meio está exposto.

A criptografia é mais uma ferramenta para garantir a segurança das informações na internet, mas não deve ser a única. Ter um bom antivírus, manter os sistemas atualizados e seguir os protocolos de segurança também é essencial.

WebSite com CRM Gratuito!!

Solicite o seu contacto, sem compromisso.