fbpx
 

Archive

O que são e quais as vantagens dos servidores dedicados

Se ainda acredita que contar com servidores dedicados é sinónimo de gastos elevados com infraestrutura, precisa rever os seus conceitos.

De fato, essa modalidade de servidor ainda requer um investimento maior do que o servidor compartilhado. Porém os custos com espaço de instalação, compra de máquinas e equipa de TI já não são necessários.

Isso porque, hoje, qualquer empresa tem a possibilidade de ter um servidor dedicado (ou um servidor cloud) com um investimento acessível. Assim, acaba por garantir todos os benefícios que um alojamento deste tipo oferece.

Se quer saber mais sobre servidores dedicados, continue a ler este artigo e descubra em que consistem e quais as suas vantagens.

Servidores dedicados: Tudo o que precisa saber

Algumas tipologias de negócio necessitam de um servidor mais robusto, que seja capaz de oferecer o suporte necessário e, assim, fazer com que os sites tenham um excelente desempenho.

Podemos dizer que um servidor dedicado consiste num modelo de alojamento, que pode servir tanto para sites quanto para sistemas.

Por outras palavras, isso significa uma customização total das suas necessidades. Este vai desde o espaço de armazenamento até à velocidade de processamento e o tamanho da memória RAM.

E é aí que se encontra a maior diferença em relação ao servidor compartilhado, no qual o alojamento do site é dividido entre diversos contratantes.

Isso pode impactar o desempenho do servidor e limitar o funcionamento dos sistemas ou os acessos aos sites em certos momentos.

Veja agora 5 vantagens de utilizar os servidores dedicados.

1 – Maior velocidade de carregamento

Cada vez mais aumenta o tempo em que estamos conectados. E isso aumenta a exigência para que os sites carreguem as suas funcionalidades de forma rápida.

Ninguém espera uma página carregar, já que a internet está repleta de outras opções e distrações… Sendo muitas delas de concorrentes.

Portanto, se uma empresa quer que o seu site tenha destaque deve investir num servidor dedicado.

Dessa forma não irá compartilhar espaço com mais ninguém, o que aumenta a velocidade de carregamento e evita que o site dê erro… Problema comum em casos com carga alta de dados armazenados.

2 – Personalização de configurações

É comum que os servidores compartilhados apresentem alguma limitação no desenvolvimento de aplicações. Isso porque podem ter restrições a plugins, módulos ou scripts em páginas de sites, blogs ou em sistemas corporativos.

Porém nos servidores dedicados, esse tipo de situação não ocorre, pois existe uma grande flexibilidade de configuração no servidor

Isso possibilita a realização de todos os ajustes necessários para que os sistemas se adequem às suas necessidades.

3 – Segurança

A exclusividade proporcionada pelo servidor irá garantir maior segurança em relação aos dados e às informações da empresa e dos seus clientes.

Além disso, data centers possuem processos e mecanismos que garantem a segurança das informações, como geradores de energia, salas refrigeradas, entre outras medidas que garantem maior disponibilidade.

4 – Autonomia

A equipa de TI acaba por ter maior autonomia para programar e monitorizar o sistema.

Assim o gestor terá maior facilidade em realizar o controlo de banco de dados, acessos e personalização do painel administrativo.

5 – Melhoria em SEO

Quem possui servidores dedicados conta com IP’s exclusivos para alojamento de um site ou sistema.

Isso garante que o endereço IP não seja dividido com outras páginas que possam distribuir spam, malware, entre outros problemas que possam afetar os resultados de um site nos resultados de busca.

Essa vantagem reflete-se num considerável ganho no ranking dos motores de busca. Ou seja, melhoria em SEO – Search Engine Optimization.

Vale a pena considerar a utilização de servidores dedicados, já que atualmente estão muito mais acessíveis. Além disso as suas vantagens certamente fazem toda a diferença ao otimizar aspectos essenciais do site ou página de um negócio.

Já conhece o G suite? Conheça as suas principais funcionalidades

O G Suite é a plataforma de serviços da Google e integra diversas ferramentas com o objetivo de ajudar a organização das empresas e melhorar os seus negócios.

Organização e planeamento são essenciais em vários aspectos de nossas vidas, especialmente em relação ao trabalho. Isso porque a organização influencia diretamente a produtividade.

Existem diversas plataformas voltadas para o universo corporativo que ajudam nessa tarefa. Talvez uma das mais completas seja o G Suite, já que possui diversas funcionalidades para facilitar o dia a dia.

Se ainda não conhece as funcionalidades desta ferramenta descubra como este serviço pode otimizar os seus dias de trabalho.

G Suite: O que é e como pode auxiliar na organização diária do trabalho?

Para realizar as nossas atividades diárias, quanto mais organizado tiver o trabalho, mais produtivos iremos ser.

O Google criou uma plataforma que integra diversas aplicações e funcionalidades voltadas para empresas de qualquer tamanho.

1 – O que é o G Suite?

Anteriormente conhecido como Google Apps, e rebatizado em 2016 para G Suites, esta é uma plataforma de serviços oferecida pelo Google. A mesma integra um conjunto de ferramentas com soluções para as empresas se manterem organizadas e eficientes.

Está disponível em 3 planos distintos que variam do mais básico ao mais completo, visando assim colmatar as necessidades de públicos e empresas diferentes.

As aplicações que compõem o G Suite podem ser personalizadas de acordo com as informações do negócio.

Conheça as principais ferramentas disponíveis

Vamos falar agora das principais aplicações que fazem parte desta plataforma, e como funcionam para tornar a sua rotina de trabalho ainda mais produtiva.

1 – Agenda

Quem utiliza o Google Agenda para organizar os compromissos tem a vantagem de poder compartilhar as suas informações com outras pessoas. Os eventos registados, que podem conter arquivos, ficarão visíveis para os seus colegas.

Dessa forma é possível administrar melhor os compromissos, de forma a que todos os envolvidos contribuam para facilitar a organizar a rotina de acordo com cada agenda pessoal.

2 – E-mail profissional

Hoje em dia é impossível trabalhar em qualquer segmento sem ter um e-mail. E esta ferramenta importantíssima no dia a dia precisa funcionar de forma eficiente e intuitiva.

Com o Gmail em versão profissional, é possível ter acesso à diversas funcionalidades como:

  • Ter um e-mail personalizado com o domínio da empresa, agregando assim maior profissionalismo
  • Backup automático das mensagens
  • Proteção contra spam

3 – Drive

Manter documentos e arquivos armazenados de forma segura também é imprescindível em qualquer empresa. E isso é possível utilizando o Google Drive.

Com o Drive é possível armazenar documentos, fotos e arquivos na nuvem, mantendo assim um backup destes documentos que poderão ser acedidos online a qualquer momento e a partir de qualquer lugar.

4 – Hangouts Meet

E se não houver comunicação, certamente nada funciona como deveria. Por isso para estar alinhado com os colegas de trabalho a troca de mensagens é fundamental.

O Hangouts Meet é uma ferramenta que permite esta troca de mensagens de forma instantânea, além de possibilitar a criação de chats e chamadas de áudio e vídeo, com compartilhamento de telas e documentos.

5 – Docs

O Google Docs é um editor de textos que pode auxiliar na criação de documentos que serão salvos de forma automática no Drive.

Além disso, permite importar documentos em diversos formatos como .html, .docx e .pdf e fazer a inclusão de comentários no ficheiro.

6 – Apresentações e grelhas organizacionais

Muito familiares e comuns no mundo corporativo, a utilização de apresentações de grelhas é fundamental em reuniões e na organização geral dos setores da empresa.

O G Suite possibilita a sua criação com a possibilidade de serem partilhadas em tempo real e trabalhadas de forma colaborativa.

Da mesma forma, a criação e edição de apresentações podem ser feitas online e em equipa, podendo ser utilizadas em vários momentos.

7 – Formulários

A aplicação Formulários é voltada para a elaboração de questionários e pesquisas que podem envolver:

  • Ambiente interno da empresa
  • Sugestão de melhorias
  • Estratégia de marketing

Através dele é possível monitorizar as respostas em tempo real, e obter resumos que auxiliam na compreensão do resultado da pesquisa.

8 – Google Sites

Com o G Suite também é possível criar sites que possuem total integração com as demais apps, permitindo assim que o utilizador insira agendas, grelhas, documentos e apresentações criados nas ferramentas descritas.

Seguindo a ideia de trabalho colaborativo e do regime de home office, o site pode ser criado e gerido por diversos membros da empresa. Outra vantagem é a facilidade na criação da página, já que esta é feita a partir de templates responsivos disponibilizados pelo Google.

Ao criar uma conta G Suite terá acesso ao painel de administração, que dispõe de todas as ferramentas de forma organizada e com fácil acesso.

Vale a pena explorar e utilizar esta ferramenta com todas as suas aplicações e assim promover maior organização em qualquer empresa. Com essa plataforma irá otimizar a produtividade e eficiência do seu negócio.

Qual a importância da sua empresa prevenir ataques informáticos

A interrupção de operações e perda de dados em ataques informáticos refletem-se em grandes prejuízos financeiros para as empresas.

No mundo corporativo, a virtualização de procedimentos nos mais variados segmentos é uma realidade cada vez mais presente.

O avanço trazido pelas tecnologias é certamente positivo em termos de praticidade e eficiência nos resultados. Porém, ao mesmo tempo, este é um universo que pode trazer também riscos, caso não sejam consideradas medidas de segurança.

Ataques informáticos infelizmente são comuns, com a dispersão de vírus e invasões clandestinas que muitas vezes podem destruir toda uma rede ou sistema informático. Além da violação ou roubo de dados confidenciais de uma empresa.

Por isso, é necessário estar prevenido para conseguir evitar uma situação como a descrita. Mas como as empresas podem prevenir ataques informáticos?

A seguir daremos algumas dicas, de forma a demonstrar a importância das medidas de segurança no mundo virtual.

Ataques informáticos – o que são e como evitá-los

Os ataques cibernéticos ocorrem de forma silenciosa, e muitas vezes as vítimas só têm conhecimento do sucedido após o estrago ter sido feito.

É sempre bom estar atento a medidas de segurança para evitar essas situações. Mas, antes de falar mais sobre estas medidas, saiba o que são ataques informáticos.

O que são ataques informáticos?

Pode até pensar que somente as grandes empresas são chamarizes para hackers neste tipo de ação criminosa. Porém pensar dessa forma é um equívoco.

Todos que utilizam a rede, desde utilizadores individuais, até sistemas de pequenas e médias empresas, também estão vulneráveis a estas investidas que podem ser muito prejudiciais, inclusive financeiramente.

Basicamente, um ataque informático consiste na tentativa de um hacker em aceder de forma clandestina a uma rede ou sistema, com o intuito de danificá-la ou destruí-la para obter dados sigilosos ou obter vantagem financeira.

Dessa forma, o criminoso, uma vez em posse dos dados sigilosos, poderá agir através de extorsão, fraudes e roubo contra a pessoa ou empresa. A par disso poderá também interromper operações que impedem o seu fluxo normal de funcionamento de quem está em regime de home office.

Como prevenir estes ataques?

A prevenção é sempre a melhor forma de minimizar ataques informáticos. Por isso, existem algumas medidas de segurança simples que podem ser tomadas para manter a sua rede protegida. Conheça-as de seguida.

1 – Antivírus 

Os ataques através de vírus são os mais comuns, e podem representar perda de dados e consequências negativas na produtividade de uma empresa.

Instalar um software antivírus é essencial para manter os computadores e redes protegidas através de varreduras e atualizações diárias.

2 – Firewall

O Firewall funciona como a primeira barreira de segurança entre um computador e a rede de internet. A sua função é, basicamente, impedir que elementos suspeitos tenham acesso à máquina.

Estes sistemas de segurança são similares a um programa de computador, ou são também comumente encontrados como parte integrante de alguns softwares antivírus.

3 – Autenticação

A autenticação é fundamental para aceder a dados importantes ou informações pessoais. Sendo possível torná-la ainda mais eficiente.

Para isso, basta criar um duplo fator de autenticação. Ou seja, criar mais uma etapa de identificação de forma a dificultar o acesso de hackers que porventura venham a descobrir a sua senha.

4 – VPN

As VPN’s – Redes Privadas Virtuais funcionam como uma espécie de túnel seguro entre dois ou mais dispositivos. Desta forma é possível navegar na web de forma mais segura.

Ou seja, a VPN possibilita que os utilizadores não fiquem tão suscetíveis aos hackers e ataques criminosos na internet.

Para não ser vítima de ataques informáticos, e ter prejuízos na sua empresa, é preciso estar sempre atento se as medidas de segurança estão a ser cumpridas e contar sempre com um suporte profissional em caso de problemas.

Manter os seus sistemas e redes protegidos é fundamental para não cair nas diversas armadilhas à espreita no universo virtual.

8 ferramentas para quem continua a trabalhar em home office

Começamos o ano de 2020 a ter de adaptar a nossa vida ao novo cenário de pandemia mundial. De entre as muitas mudanças ocorridas, uma das mais significativas é o distanciamento social, que acabou por culminar na maior parte da população a trabalhar em regime de home office.

Para muitos essa nova rotina é novidade. Portanto conseguir organizar-se para ser produtivo em casa não é das tarefas mais simples. Entretanto, existem algumas ferramentas que facilitam essa missão.

Assim, se continua em teletrabalho conheça algumas destas ferramentas essenciais.

Home Office: 7 ferramentas que vão ajudar a manter a produtividade

Organizar a agenda, marcar compromissos e tarefas, entrar em contato com os colegas de trabalho, administrar e gerir projetos…

Estes são só alguns dos desafios que quem trabalha em home office tem de enfrentar.

Mas para cada uma destas tarefas há uma ferramenta que auxilia na organização, e certamente vai tornar a sua rotina de trabalho mais produtiva.

Apresentamos 7 destes recursos essenciais. Conheça-os.

1 – Toggl

Gerir o tempo é, sem dúvida, uma das partes fundamentais de quem está em regime de home office.

Além do tempo gasto com as próprias tarefas, quem lidera uma equipa também precisa estar atento ao tempo efetivamente trabalhado por parte da equipa, e assim gerir o prazo da melhor forma para atingir as metas.

Com o Toggl é possível programar alertas que avisam quando o tempo de execução de uma tarefa termina. A par disso permite também a visualização das informações em gráficos que demonstram quais as atividades com maior duração.

2 – Slack

A comunicação entre os membros de uma equipa de trabalho também é essencial para a execução de um projeto.

O Slack permite essa comunicação entre dois ou mais membros de uma equipa, reunindo as pessoas responsáveis por um projeto num ambiente único e assim favorecendo a interação em grupo.

3 – G Suite

O G Suite consiste num pacote de aplicações na cloud, com diversas ferramentas e que permite a criação e edição de forma colaborativa, facilitando assim o trabalho em equipa.

Entre as aplicações disponíveis estão o Google Docs, Google Sheets e Google Slides. Essa ferramenta é paga e possui 3 planos que variam entre a versão básica, intermediária e completa.

4 – Zoom 

Participar ou convocar uma equipa para participar em reuniões é fundamental para alinhar as orientações de execução de uma tarefa ou projeto.

Para quem trabalha em home office essas reuniões são feitas através de videoconferência. E, o Zoom é uma das melhores ferramentas para esta finalidade.

Com ele é possível realizar reuniões em vídeo até 500 pessoas, além de poder compartilhar arquivos e apresentações pelo chat. Outra grande vantagem é que essa ferramenta consegue ter uma boa funcionalidade mesmo em conexões instáveis.

5 – Basecamp 

Voltado para o auxílio na gestão de projetos, o Basecamp permite a partilha de arquivos, definição de prazos em grupo ou centralizar feedbacks.

Dessa forma, a ferramenta unifica os objetivos de uma equipa que trabalha em locais distintos, mas que têm em comum a concretização do mesmo projeto.

6 – Trello

Delegar tarefas aos membros de uma equipa faz parte do trabalho dos gestores de projetos.

E, para organizar as atividades delegadas bem como as de supervisão, o Trello acaba por ser bastante eficiente.

Através do software pode ter maior controlo em relação às tarefas a serem cumpridas pelos colaboradores, e assim otimizar o fluxo de trabalho.

7 – DocuSign

Os documentos fazem parte de qualquer processo relacionado ao trabalho, e a assinatura é imprescindível para a sua validação.

O DocuSign é uma ferramenta de assinatura eletrónica, que permite gerir documentos como contratos e ordens de serviço, a partir de qualquer dispositivo móvel com acesso à internet.

Os documentos assinados digitalmente têm validade jurídica tanto quanto as assinaturas físicas. E possuem diversas medidas que garantem a segurança da empresa, como dados criptografados, e validação por biometria e senha.

8 – Teams

Para quem não sabe, o Teams faz parte do Office 365 e é também uma excelente plataforma colaborativa para quem procura gerir diversas equipas ou áreas de trabalho. A par disso existe a possibilidade de integrar o Teams com aplicações como o Trello ou o Asana.

Para quem utilizar o Office 365, esta pode ser uma excelente opção e sem qualquer custo extra adicionado.

Enquanto enfrentamos ainda um futuro incerto, e o trabalho em home office continua a fazer parte da realidade, encontrar formas de facilitar a rotina pode tornar o dia a dia mais produtivo.

Com estas ferramentas é possível trabalhar em casa de forma muito mais organizada e eficiente. Se precisar da nossa ajuda para encontrar a ferramenta colaborativa mais adequada ao seu negócio, não hesite em contactar-nos.